Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Aechmea cylindrata Lindm. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 16-04-2012

Criterio:

Avaliador: Miguel d'Avila de Moraes

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie amplamente distribuída.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Aechmea cylindrata Lindm.;

Família: Bromeliaceae

Sinônimos:

  • > Ortgiesia cylindrata ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Dados populacionais

No trabalho de Hoeltgebaum (2003), a espécie foi considerada como heliófita, estando presente nos forófitos entre 2-22 m de altura em floresta primária, e entre 6-20 m de altura em floresta secundária. O mesmo autor encontrou a seguinte contagem de plântulas nos forófitos: 29 na floresta secundária e 82 na floresta primária. Em áreas denominadas "Bromélia-Malária" em SC, foram encontrados 5.932 indivíduos, que de forma geral foram considerados com baixo valor endemiológico para a difusão da doença (Reitz, 1983).

Distribuição

Endêmica do corredor da Serra do Mar da Mata Atlântica, ocorre nos Estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina (Martinelli et al., 2008). Foi registrada na Serra da Igreja (municípios de Morretes, São José dos Pinhais e Guaratuba) e na Serra da Prata (municípios de Morretes, Paranaguá e Guaratuba), ambas no PR (Scheer; Mocochinski, 2009). A espécie foi citada para a Ilha Grande (Nunes-Freitas, 2004). Segundo Reitz (1983), o limite austral de distribuição da espécie é a serra do Tabuleiro no centro-sul de SC. Altitude segundo Reiitz (1983).

Ecologia

Planta de porte regular, epífita ou raramente terrícola, entre 50 e 80cm de altura, heliófita ou de luz difusa, floresce nos meses de janeiro, abril, maio, julho, setembro, outubro e novembro e frutifica em novembro (Reitz, 1983).

Ações de conservação

4.4 Protected areas
Situação: on going
Observações: Espécie encontrada no Parque Botânico Morro do Baú, Ilhota - SC (Hoeltgebaum, 2003). Nas áreas assinaladas por Scheer; Mocochinski (2009) - Serra da Igreja e da Prata - estão presentes a APA de Guaratuba e o Parque Nacional Saint Hilaire-Lange, respectivamente. Na Ilha Grande estão instalados o P.E. da Ilha Grande e a ReBio estadual Praia do Sul (Nunes-Freitas 2004). Segundo Kersten (2006), o estado do PR possui ca. 1,5 milhões de ha protegidos em unidades de conservação (SNUC).

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: A espécie foi considerada "Em Perigo" (EN) na Lista vermelha da flora do Rio Grande do Sul (CONSEMA-RS, 2002).

Referências

- HOELTGEBAUM, M. P. Composição Florística e Distribuição Espacial de Bromélias Epifíticas em Diferentes Estágios Sucessionais da Floresta Ombrófila Densa ? Parque Botânico do Morro Baú - Ilhota/SC. Mestrado. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2003.

- REITZ, R. Bromeliáceas e a Malária - Bromélia Endêmica. 1983. 808 p.

- MARTINELLI, G. ET AL. Bromeliaceae da Mata Atlântica Brasileira: Lista de Espécies, Distribuição e Conservação. Rodriguésia, v. 59, n. 1, 2008.

- SCHEER, M. B.; MOCOCHINSKI, A. Y. Florística Vascular da Floresta Ombrófila Densa Altomontana de Quatro Serras no Paraná. Biota Neotropica, v. 9, n. 2, 2009.

- NUNES-FREITAS, A. F. Bromeliáceas da Ilha Grande: Variação Inter-habitats na Composição, Riqueza e Diversidade da Comunidade. Doutorado. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2004.

- KERSTEN, R. A. Epifitismo Vascular na Bacia do Alto Iguaçu, Paraná, Curitiba, Universidade Federal do Paraná, p.231, 2006.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

Como citar

CNCFlora. Aechmea cylindrata in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Aechmea cylindrata>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 16/04/2012 - 12:31:29