Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Aspidosperma australe Müll.Arg. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 17-02-2012

Criterio:

Avaliador: Marcus Alberto Nadruz Coelho

Revisor: Miguel d'Avila de Moraes

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie com larga distribuição no Sul, Sudeste e Centro-Oeste brasileiro, sem informações de ameaça.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Aspidosperma australe Müll.Arg.;

Família: Apocynaceae

Sinônimos:

  • > Aspidosperma argenteum ;
  • > Aspidosperma australe var. estrellense ;
  • > Aspidosperma missionum ;
  • > Macaglia australis ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

Nomes populares: "guatambu", "peroba", "pereiro", "peroba-tambu". Nomes populares (Woodson, 1951) : "tambú-verde", "tambú-canudo". A espécie é tratada como sinônimo de A. parvifolium A.DC. em revisão do gênero por Marcondes-Ferreira (1988). Apesar de o autor não ter publicado efetivamente a nova combinação, identificou vários exemplares de herbário, alguns deles relacionados por Woodson (1951) como A. australe em revisão anterior, como A. parvifolium. Posteriormente Marcondes-Ferreira (2005) retomou o uso do nome A. australe, na flora fanerogâmica do Estado de São Paulo, porém não revisou novamente todas as exsicatas já vistas. Pode haver então materiais com identificações incorretas nas coleções (Koch, com. pess.).

Dados populacionais

Paula et al. (2009), encontraram dois indivíduos em 5.000 m² de parcela em um fragmento de uma floresta de galeria do ribeirão Dois Irmãos na APA de Cafuringa, localizada na região norte do Distrito Federal, usando critério de inclusão os indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito (DAP) maior ou igual 5 cm.

Distribuição

Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (Koch; Rapini, 2011). Segundo Caiafa; Martins (2009), a espécie tem características da forma 4 de raridade em que pesa a distribuição geográfica restrita ao setor sul da Mata Atlântica brasileira, habitat variado e populações abundantes.

Ecologia

Arbórea, com altura em ca. de 20 m alt (Oliveira Filho, 2010). Floresta pluvial, semidecídua, nebular, nebular anã, mista de Araucária, anã do semi-árido (Oliveira Filho, 2010), Mata de Galeria (Mendonça et al., 1998; Paula et al., 2009).

Ações de conservação

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: Considerada "Rara" pela Lista vermelha do Paraná (SEMA/GTZ-PR, 1995).

Referências

- .

- KOCH, I.; RAPINI, A. Apocynaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2011/FB004520>.

- KOCH, I.; SIMÕES, A.O.STEHMANN, J. R.; FORZZA, R. C.; SALINO, A. ET AL. Apocynaceae (Apocynoideae, Rauvolfioideae). Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 132-140 p.

- SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE/DEUTSCHE GESSELLSCHAFT TECHNISCHE ZUSAMMENARBEIT (SEMA/GTZ). Lista Vermelha de Plantas Ameaçadas de Extinção no Estado do Paraná, Curitiba, PR, p.139, 1995.

- CAIAFA, A.N.; MARTINS, F.R. Forms of rarity of tree species in the southern Atlantic forest, Biodiversity and Conservation, v.19, p.2597-2618, 2010.

- MENDONÇA, R. C.; FELFILI, J. M.; WALTER, B. M. T. ET AL. Flora vascular do bioma Cerrado. In: SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P.(EDS.) Cerrado : Ambiente e Flora. Planaltina, DF: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro de Pesquisa Agropecuária dos Cerrados, Ministério da Agricultura e do Abastecimento, p.289-556, 1998.

- PAULA, P.E. ET AL. Levantamento florístico e sua distribuição diamétrica da vegetação de um cerrado sensu stricto e de um fragmento de floresta de galeria no ribeirão Dois Irmãos na APA de Cafuringa, DF, Brasil. Biotemas, v. 22, n. 3, p. 35-46, 2009.

- KOCH, I. Comunicação da especialista Ingrid Koch, da Universidade Federal de São Carlos, São Carlos (SP), para o analista Arthur Valente, pesquisador do CNCFlora, em 10/02/2012, 2012.

Como citar

CNCFlora. Aspidosperma australe in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Aspidosperma australe>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 17/02/2012 - 16:05:13