Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Encholirium gracile L.B.Sm. EN

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 16-04-2012

Criterio: B2ab(iii)

Avaliador: Miguel d'Avila de Moraes

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Encholirium gracile é endêmica do Brasil, ocorre nos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo e tem distribuição restrita. As coleções referentes à espécie são procedentes dos afloramentos rochosos do norte do Estado do Espírito Santo e leste de Minas Gerais. Todavia, foi observada em estágio vegetativo nos afloramentos próximos a Vitória e Colatina (ES). É provável que também ocorra no extremo sul da Bahia. Por outro lado, a espécie ocupa uma área reduzida (AOO =56 km²) e nenhuma das ocorrências está protegida por unidades de conservação. A maior ameaça às espécies de Encholirium é a degradação do hábitat devido à extração de rochas calcárias e graníticas. E. gracile ocorre em abundância sobre afloramentos de granito e a pressão extrativista sobre essas rochas têm eliminado um número elevado de subpopulações. Assim, a espécie foi avaliada como "Em perigo" (EN).

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Encholirium gracile L.B.Sm.;

Família: Bromeliaceae

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

A especie compartilha varios caracteres com a E. horridum. Além da semelhança das sementes, o aspecto geral das flores e a morfologia das bracteas florais podem dificultar a diferenciação. Entretanto, após a análise destas espécies no campo, pode-se registrar a nítida diferença de hábitos e das folhas. Os espécimes de E. gracile não ultrapassam 1 metro de altura, apresentam rosetas entre 30 e 40 cm de diâmetro, as folhas são ereto-patentes, com margens aculeadas, mas não serrilhadas, verdes a merde-avermelhadas e com indumento cinéreo evidente (Forzza, 2005)

Distribuição

A especie ocorre nos Estados de Minas Gerais e do Espirito Santo (Forzza et al., 2011). As coleções referentes a especie são procedentes dos afloramentos rochosos do norte do Espirito Santo e leste de Minas Gerais. Todavia esta especie foi observada em estagio vegetativo, também, nos afloramentos próximos a Vitoria e Colatina (ES). E provável que esta também ocorra no extremo sul do Estado da Bahia (Forzza, 2001).

Ecologia

Espécie caméfita, de hábito saxícola, que forma extensas subpopulações ocorrendo diretamente sobre a rocha (Forzza, 2001). Estas subpopulações são restritas a afloramentos de granito e em processo acelerado de degradação de habitat (Forzza et al. 2003).

Ameaças

1.3.1 Mining
Detalhes A maior ameaça às espécies de Encholirium é a degradação de habitat devido à extração de rochas calcárias e graníticas (Forzza et al., 2003) E. gracile ocorre em abundância sobre afloramentos de granito. Todavia, a pressão extrativista sobre estas rochas tem eliminado um número elevado de subpopulações. Além disso, a espécie não encontra-se protegida por unidades de conservação (SNUC) (Forzza et al., 2003).

1.2 Land management of non-agricultural area
Detalhes Alterações no uso/manejo do substrato (Biodiversitas, 2005).

Ações de conservação

1.2.1.2 National level
Situação: on going
Observações: A espécie foi considerada "Deficiente de Dados" (DD) na Lista vermelha da flora do Brasil (MMA, 2008), anexo 2.

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: A espécie foi considerada "Criticamente em perigo" (CR) pela Lista vermelha da flora do Espírito Santo (Simonelli; Fraga, 2007).

5.7 Ex situ conservation actions
Situação: needed
Observações: Conservação ex situ (Biodiversitas, 2005).

3.8 Conservation measures
Situação: on going
Observações: Forzza et al. (2003) considera a espécie "Criticamente em Perigo" (CR), uma vez que ela ocorre fora de unidade de conservação (SNUC) e as subpopulações são restritas a afloramentos de granito e em processo acelerado de degradação. A classificação quanto a ameaça foi realizada segundo os critérios e categorias de ameaça propostas pela IUCN.

Referências

- RAFAELA CAMPOSTRINI FORZZA. Filogenia da Tribo Puyeae Wittm. e Revisão Taxonômica do Gênero Encholirium Mart. ex Schult. & Schult. F. (Pitcairnioideae - Bromeliaceae). Tese de Doutorado. São Paulo, SP: Universidade de São Paulo, 2001.

- MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Instrução Normativa n. 6, de 23 de setembro de 2008. Espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção e com deficiência de dados, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 24 set. 2008. Seção 1, p.75-83, 2008.

- FORZZA, R. C.; COSTA, A.; SIQUEIRA FILHO, J. A. ET AL. Encholirium in in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Acesso em: 15 de Março de 2011.

- POREMBSKI, S.; MARTINELLI, G.; OHLEMÜLLER, R. ET AL. Diversity and Ecology of Saxicolous Vegetation Mats on Inselbergs in the Brazilian Atlantic Rainforest. Diversity and Distributions, v. 4, n. 3, p. 107-119, 1998.

- FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS. Revisão da lista da flora brasileira ameaçada de extinção. Belo Horizonte, MG: FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA, 2005.

- FORZZA, R. C. Revisão taxonômica de Encholirium Mart. Ex Schult. & Schult.F. (Pitcairnioideae - Bromeliaceae). Boletim de Botânica da Universidade de São Paulo, v. 23, n. 1, p. 1-49, 2005.

- FORZZA, R. C.; CHRISTIANINI, A. V.; WANDERLEY, M. G. L. ET AL. Encholirium (Pitcairnioideae - Bromeliaceae): Conhecimento Atual e Sugestões para Conservação. Vidalia, v. 1, n. 1, p. 7-20, 2003.

- SIMONELLI, M.; FRAGA, C. N. (ORG.). Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção no Estado do Espírito Santo. Vitória, ES: IPEMA, 2007. 144 p.

- FORZZA, R.C. Comunicação pessoal da especialista botânica Rafaela Campostrini Forzza para os analistas de dados Diogo Marcilio Judice, Eduardo Pinheiro Fernandez, Rafael Augusto Xavier Borges e Thiago Serrano de Almeida Penedo, pesquisadores do CNCFlora., 2011.

Como citar

CNCFlora. Encholirium gracile in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Encholirium gracile>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 16/04/2012 - 18:53:17