Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Encholirium longiflorum Leme CR

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 17-04-2012

Criterio: B2ab(iii)

Avaliador: Miguel d'Avila de Moraes

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Encholirium longiflorum é endêmica do Brasil e ocorre exclusivamente nos Estados da Bahia e de Minas Gerais. Tem distribuição restrita (EOO=527,16 km²) e sua ocorrência em Minas Gerais se restringe ao extremo norte do Estado. A espécie tem hábito rupícola e ocorre exclusivamente em afloramentos de calcário em altitudes que variam entre 480 e 500 m. Ocupa uma área (AOO) de apenas 8 km². A espécie não tem registros de ocorrência em unidades de conservação (SNUC), assim, todas as localidades foram consideradas uma mesma situação de ameaça. A maior ameaça às espécies de Encholirium é a extração de rochas calcárias e graníticas, que causam o declínio contínuo da qualidade do hábitat. Por essas razões, E. longiflorum foi avaliada como "Criticamente em perigo" (CR).

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Encholirium longiflorum Leme;

Família: Bromeliaceae

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

Flores longo-pediceladas, pétalas muito desenvolvidas (2,2-3,8 cm comprim.), que fazem com que as flores deste táxon sejam as maiores do gênero. Brácteas florais muito reduzidas.A descrição da espécie ainda carece de algumas informações, pois esta não foi observada em seu hábitat natural (Forzza, 2001).

Distribuição

A espécie ocorre nos Estados da Bahia e de Minas Gerais (Forzza et al., 2010). Sua ocorrência em Minas Gerais se restringe ao extremo norte do Estado. Espécie não registrada em unidades de conservação (SNUC) e com poucos dados de distribuição. Endêmica dos calcários do norte de Minas Gerais e da Bahia (Forzza, com. pess.).

Ecologia

Segundo Versieux; Wendt (2006) a espécie tem hábito saxícola e ocorre em altitudes que variam entre 480-500 metros.

Ameaças

1.3.1 Mining
Detalhes A maior ameaça às espécies de Encholirium é a degradação de habitat devido à extração de rochas calcárias e graníticas. E. longiflorum está ameaçada pela extração de calcário em Minas Gerais, Goiás e no Distrito Federal (Forzza et al., 2003).

8 Changes in native species dynamic
Detalhes Declínio das condições ambientais ótimas (Biodiversitas, 2005).

Ações de conservação

1.2.1.2 National level
Situação: on going
Observações: A espécie foi considerada "Deficiente de Dados" (DD) na Lista vermelha da flora do Brasil (MMA, 2008), anexo 2.

3.8 Conservation measures
Situação: on going
Observações: A espécie não ocorre em unidades de conservação (SNUC) (Biodiversitas, 2005). Segundo Forzza et al. (2003) a espécie não ocorre em unidades de conservação e tem passado por um acentuado processo de perda de hábitat, estando "Criticamente em perigo" (CR) segundo critérios da IUCN.

Referências

- MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Instrução Normativa n. 6, de 23 de setembro de 2008. Espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção e com deficiência de dados, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 24 set. 2008. Seção 1, p.75-83, 2008.

- RAFAELA CAMPOSTRINI FORZZA. Filogenia da Tribo Puyeae Wittm. e Revisão Taxonômica do Gênero Encholirium Mart. ex Schult. & Schult. F. (Pitcairnioideae - Bromeliaceae). Tese de Doutorado. São Paulo, SP: Universidade de São Paulo, 2001.

- FORZZA, R. C.; COSTA, A.; SIQUEIRA FILHO, J. A. ET AL. Encholirium in in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Acesso em: 15 de Março de 2011.

- FORZZA, R. C.; CHRISTIANINI, A. V.; WANDERLEY, M. G. L. ET AL. Encholirium (Pitcairnioideae - Bromeliaceae): Conhecimento Atual e Sugestões para Conservação. Vidalia, v. 1, n. 1, p. 7-20, 2003.

- VERSIEUX, L. M.; WENDT, T. Checklist of Bromeliaceae of Minas Gerais, Brazil, With Notes on Taxonomy and Endemism. Selbyana, v. 27, n. 2, p. 107-146, 2006.

- FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS. Revisão da lista da flora brasileira ameaçada de extinção. Belo Horizonte, MG: FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA, 2005.

- FORZZA, R.C. Comunicação pessoal da especialista botânica Rafaela Campostrini Forzza para os analistas de dados Diogo Marcilio Judice, Eduardo Pinheiro Fernandez, Rafael Augusto Xavier Borges e Thiago Serrano de Almeida Penedo, pesquisadores do CNCFlora., 2011.

Como citar

CNCFlora. Encholirium longiflorum in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Encholirium longiflorum>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 17/04/2012 - 13:11:09