Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Ficus eximia Schott LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 12-03-2012

Criterio:

Avaliador: Massimo Giuseppe Bovini

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie amplamente distribuída pelo Brasil e encontrada em unidades de conservação (SNUC). Apesar de ser polinizada por uma única espécie de abelha, o pólen é levado a grandes distâncias.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Ficus eximia Schott;

Família: Moraceae

Sinônimos:

  • > Ficus glabra ;
  • > Urostigma eximium ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

​Nome popular: figueira-brava (Mendonça-Souza, 2006). Descrição em Mendonça-Souza (2006). Carauta (1989) considera a espécie duvidosa, adotando F. glabra Vell. como o nome válido para o táxon.

Dados populacionais

A perda e a fragmentação de habitat reduzem a riqueza alélica dessas espécies. No entanto, essa espécie apresenta elevada variabilidade genética, ausência de endogamia, presença de alelos raros e exclusivos em suas populações e uma alta distribuição da variabilidade genética intrapopulacional. Dessa maneira, a fragmentação e o isolamento físico não impedem a troca gênica, resultando em fertilização (Nazareno, 2009).

Distribuição

Espécie endêmica e amplamente distribuída no país, encontrada nas regiões Norte (Roraima, Pará, Amazonas), Nordeste (Maranhão, Paraíba, Bahia), Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro) e Sul (Paraná, Santa Catarina) (Romaniuc Neto et al., 2011). Encontrada também em Rondônia (CNCFlora, 2012).

Ecologia

Árvore ou hemiepífita, de 4 a 30 m de altura (Mendonça-Souza, 2006) encontrada na Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica (Romaniuc Neto et al., 2011). Ocorre em Floresta Ombrófila Densa, Estacional Semidecídua, Restinga, pastagem e próximo a cursos d'água (Mendonça-Souza, 2006). Apresenta hábito terrícola, sendo mais abundante em locais mais úmidos e caracterizada como uma espécie secundária, tolerante à luz, com longevidade acentuada e reprodução tardia (Nazareno, 2009). É uma espécie monóica (Pereira; Semir; Menezes Jr., 2000) que se reproduz durante o ano todo (Mendonça-Souza, 2006). A alta variabilidade genética entre subpopulações é um reflexo do sistema reprodutivo da espécie (alogamia) e da especificidade e capacidade de vôo de suas vespas polinizadoras, que dispersaram grãos de pólen a longas distâncias (Nazareno, 2009).

Ações de conservação

4.4.2 Establishment
Situação: on going
Observações: Encontrada em diversas unidades de conservação (SNUC), dentre elas: Reserva Ecológica Juréia-Itatins, SP, Parque Estadual Vassununga, SP, Estação Ecológica de Caetetus, SP, Parque Estadual do Morro do Diabo, SP e Parque Estadual de Vila Rica do Espírito Santo, PR (CNCFlora, 2012).

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: Em perigo (EN). Lista vermelha da flora do Rio Grande do Sul (CONSEMA-RS,2002).

4.1 Maintenance/Conservation
Situação: needed
Observações: Nazareno (2009) afirma que a fragmentos florestais devem ser preservados devido à alta diversidade genética entre subpopulações.

Referências

- CARAUTA, J. P. P. Ficus (Moraceae) no Brasil: Conservação e Taxonomia. Albertoa, v. 2, p. 1-365, 1989.

- MENDONÇA-SOUZA, L. R. Ficus (Moraceae) no Estado de São Paulo. Mestrado. São Paulo, SP: Instituto de Botânica da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, 2006.

- PEREIRA, R. A. S.; SEMIR, J.; JUNIOR, A. O. M. Pollination and Other Biotic Interactions in Figs of Ficus eximia Schott (Moraceae). Revista Brasileira de Botânica, v. 23, n. 2, p. 217-224, 2000.

- NAZARENO, A. G. Estrutura e Diversidade Genética de Populações Naturais de Ficus spp. (Moraceae) em Fragmentos Florestais no Estado de São Paulo. Ribeirão Preto, SP: Universidade de São Paulo, 2009.

- ROMANIUC NETO, S.; CARAUTA, J. P. P.; VIANNA FILHO, M. D. M.; PEREIRA, R. A. S.; RIBEIRO, J. E. L. D. Moraceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/FB000167>. Acesso em: 24/04/2012.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

Como citar

CNCFlora. Ficus eximia in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Ficus eximia>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 12/03/2012 - 16:58:07