Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Hyptis althaeifolia Pohl ex Benth. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 04-04-2012

Criterio:

Avaliador: Maria Marta V. de Moraes

Revisor: Miguel d'Avila de Moraes

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie de ampla distribuição noBrasil e na América do Sul, com EOO de 1.245.302,9 km².

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Cantinoa althaeifolia (Pohl ex Benth.) Harley & J.F.B.Pastore;

Família: Lamiaceae

Sinônimos:

  • > Hyptis althaeifolia ;
  • > Hyptis althaeaefolia ;
  • > Hyptis vestita ;
  • > Hyptis vestita var. tomentosa ;
  • > Mesosphaerum althaeifolium ;
  • > Mesosphaerum vestitum ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Distribuição

Espécie não endêmica do Brasil, ocorrendo também Argentina e Paraguai (Harley, 1999). No Brasil, ocorre nas regiões Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, São Paulo) e Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (Harley et al., 2011)

Ecologia

Espécie aromática herbácea ou arbusto de 1 a 1,5 m de altura (Harley, 1999), que ocorre em Campo Limpo, Sujo e Úmido e afloramento rochoso (Cervi et al., 2007). Encontrada nos biomas Cerrado, Mata Atlântica, Campos Sulinos, Pantanal (Harley et al., 2011)

Ações de conservação

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: "Vulnerável" (VU), segundo a Lista vermelha da flora de São Paulo (SMA-SP,2004).

4.4.2 Establishment
Situação: on going
Observações: Encontrada no Parque Estadual da Vila Velha, PR (Cervi et al., 2007).

Referências

- RITTER, L. M. O.; RIBEIRO, M. C.; MORO, R. S. Composição Florística E Fitofisionomia De Remanescentes Disjuntos De Cerrado Nos Campos Gerais, PR, Brasil ? Limite Austral Do Bioma. Biona Neotropica, v. 10, n. 3, p. 379-414, 2010.

- JOÃO L. S. TANNUS. Estudo Da Vegetação Dos Campos Úmidos De Cerrado: Aspectos Florísticos E Ecológicos. Tese de Doutorado. Rio Claro, SP: Universidade Estadual Paulista, 2007.

- CERVI, A. C.; VON LINSINGEN, L.; HATSCHBACH, G.; RIBAS, O. S. A Vegetação do Parque Estadual de Vila Velha, Município de Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Boletim do Museu Botânico Municipal, v. 69, p. 1-52, 2007.

- HARLEY, R. M. A Revision of Hyptis sect. Polydesmia subsect. Malvastra (Labiatae) in the Neotropics. Kew Bulletin, v. 54, n. 2, p. 395-404, 1999.

- HARLEY, R.; FRANÇA, F.; SANTOS, E.P.; SANTOS, J.S. Lamiaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2011/FB000142>. Acesso em: 19/7/2012.

- SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, SÃO PAULO. SMA-SP. RESOLUçãO SMA N. 48 DE 2004. Lista oficial das espécies da flora do Estado de São Paulo ameaçadas de extinção, Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, SP, 2004.

Como citar

CNCFlora. Hyptis althaeifolia in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Hyptis althaeifolia>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 04/04/2012 - 19:37:41