Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Isostigma peucedanifolium (Spreng.) Less. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 27-04-2012

Criterio:

Avaliador: Tainan Messina

Revisor: Miguel d'Avila de Moraes

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie amplamente distribuída.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Isostigma peucedanifolium (Spreng.) Less.;

Família: Asteraceae

Sinônimos:

  • > Isostigma speciosum ;
  • > Isostigma crithmifolium ;
  • > Isostigma megapotamicum ;
  • > Bidens megapotamica ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

Isostigmapeucedanifolium, é próxima a I. crithmifolium Less. e I.speciosum Less. pode ser diferenciada de I. crithmifolium Less. por suas folhas filiformes, com mais de 0,7 mmde largura (vs. folhas lineares, com mais de 3 mm de largura) e de I. speciosum Less por não possuir hasteexpandida na base do capítulo (vs. haste com mais de 7 mm de largura) e possuimenos de 10 bracteolas por haste (vs. mais de 20) (Peter, 2005). Nomepopular: "cravo-do-campo" (Bereta et al., 2008).

Distribuição

No Brasil ocorre nos Estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul (Mondin; Nakajima, 2012). Ocorre também na Bolívia, Argentina, Paraguai e Uruguai (Peter, 2005).

Ecologia

Isostigmapeucedanifolium é uma planta herbácea ereta com segmentos foliares filiformese capítulos rosados-violáceos ornamentais. Habita locais secos, altos, inférteis equeimados sobre solo laterítico, arenoso, argilo-arenoso, pedregoso e solos rochosos, em altitudes entre30-1,050 m. Desenvolve-se empequenas populações em cerrados, campos, campos rupestres, campo-sujo eflorestas de galeria. Floração de agosto a maio (Peter, 2005). A espécie possui xilopódio o qual funciona como um reservatório de água para as estações secas e para o rebroto após passagem do fogo (Daly; Mitchell, 2000).

Ameaças

1.1 Agriculture
Detalhes Apesarda importância ecológica e social-econômica, os campos naturais têm um históricode muitos distúrbios antropogênicos, como conversão de terras para cultivo degrãos e monoculturas, sobrepastejo e queimadas irrestritas (Ferreira et al.,2000).

Ações de conservação

4.4 Protected areas
Situação: on going
Observações: Ocorre em áreas protegidas como Parque Natural Morro do Osso,Porto Alegre, RS (Ferreira et al., 2010); Parque Estadual de Itapuã, Viamão, RS(Bereta, 2008).

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: "Em perigo" (EN), segundo a Lista vermelha da flora do Rio Grande do Sul (CONSEMA-RS, 2002).

Referências

- PETER, G. Lectotypification and occurrence of Isostigma peucedanifolium (Asteraceae, Heliantheae) in Bolivia. Hickenia, v. 3, n. 55, p. 233-237, 2005.

- BERETTA, M.E.; FERNANDES, A.C.; SCHNEIDER, A.A.; RITTER, M.R. A família Asteraceae no Parque Estadual de Itapuã, Viamão, Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Biociências, v. 6, n. 3, p. 189-216, 2008.

- DALY, D.C.; MITCHELL, J.D. Lowland Vegetation of Tropical South America - An Overview. In: LENTZ, D. Imperfect Balance: Landscape Transformations in the pre-Columbian Americas. New York: Columbia University Press, p.391-454, 2000.

- FERREIRA, P.M.D.A.; MÜLLER, S.C.; BOLDRINI, I.I.; EGGERS, L. Floristic and vegetation structure of a granitic grassland in Southern Brazil. Revista Brasil. Bot., v. 33, n. 1, p. 21-36, 2010.

- MONDIN, C.A.; NAKAJIMA, J. Isostigma in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/FB104155>.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

Como citar

CNCFlora. Isostigma peucedanifolium in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Isostigma peucedanifolium>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 27/04/2012 - 18:08:44