Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Naucleopsis oblongifolia (Kuhlm.) Carauta LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 12-03-2012

Criterio:

Avaliador: Massimo Giuseppe Bovini

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie não endêmica do Brasil. No país, ocorre nos domínios Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal. Encontrada em unidades de conservação (SNUC).

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Naucleopsis oblongifolia (Kuhlm.) Carauta;

Família: Moraceae

Sinônimos:

  • > Naucleopsis mello-barretoi ;
  • > Brosimum mello-barretoi ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

​Descrição em Castro (2006).

Dados populacionais

Apesar de amplamente distribuída, os trabalhos de fitossociologia mostram que a espécie tende a ter poucos indivíduos em escala local (por exemplo, Thomas et al., 2009; Stropp et al., 2011).

Distribuição

Espécie não endêmica do Brasil, encontrada também na Colômbia e Peru (Berg, 2001). No Brasil ocorre de forma disjunta entre a Amazônia (Amazonas, Acre) e a Mata Atlântica e Cerrado (Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro) (Romaniuc Neto et al., 2012).

Ecologia

Árvore dióica de 6 a 12 m de altura (Castro, 2006) encontrada na Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica (Romaniuc Neto et al., 2012). Ocorre em florestas estacionais semidecíduas na Mata Atlântica (Castro, 2006) e florestas não inundadas na Amazônia e em baixas altitudes (Berg, 2001). Fértil de outubro a fevereiro (Castro, 2006).

Ações de conservação

1.2.1.1 International level
Situação: on going
Observações: ​Vulnerável (VU).Carauta, J.P.P. 1998. Naucleopsis oblongifolia. In: IUCN 2011. IUCN Red List of Threatened Species. Version 2011.2. <www.iucnredlist.org>. Downloaded on 25 January 2012.

4.4.2 Establishment
Situação: on going
Observações: Encontrada nas seguintes unidades de conservação (SNUC): Floresta Nacional de Goitocazes, ES e Estação Ecológica Estadual do Paraíso, RJ.

Usos

Referências

- BERG, C. C. Moreae, Artocarpeae, and Dorstenia (Moraceae), with Introductions to the Family and Ficus and with Additions and Corrections to Flora Neotropica Monograph 7. Flora Neotropica, v. 83, p. 1-346, 2001.

- CASTRO, R. M. Flora da Bahia - Moraceae. Mestrado. Feira de Santana, BA: Universidade Estadual de Feira de Santana, 2006.

- PINTO, L. V. A.; BOTELHO, S. A.; OLIVEIRA-FILHO, A. T.; ET AL. Estudo da Vegetação como Subsídios para Propostas de Recuperação das Nascentes da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Santa Cruz, Lavras, MG. Revista Árvore, v. 29, n. 5, p. 775-793, 2005.

- STROPP, J.; SLEEN, P. V. D.; ASSUNÇÃO, P. A.; ET AL. Tree Communities of White-Sand and Terra-Firme Forests of the Upper Rio Negro. Acta Amazonica, v. 41, n. 5, p. 521-544, 2011.

- THOMAS, W. W.; JARDIM, J. G.; NETO, E. M.; ET AL. Composição Florística e Estrutura do Componente Arbóreo de uma Área Transicional de Floresta Atlântica no Sul da Bahia, Brasil. Revista Brasileira de Botânica, v. 32, n. 1, p. 65-78, 2009.

- ROMANIUC NETO, S.; CARAUTA, J. P. P.; VIANNA FILHO, M. D. M.; PEREIRA, R. A. S.; RIBEIRO, J. E. L. D. Moraceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/FB000167>. Acesso em: 24/04/2012.

- CARAUTA, J.P.P. Naucleopsis oblongifolia, IUCN 2011. IUCN Red List of Threatened Species. Version 2011.2, 1998.

Como citar

CNCFlora. Naucleopsis oblongifolia in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Naucleopsis oblongifolia>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 12/03/2012 - 19:39:48