Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Tillandsia xiphioides Ker Gawl. EN

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 29-04-2012

Criterio: B1ab(iii)+2ab(iii)

Avaliador: Miguel d'Avila de Moraes

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Tillandsia xiphioides não é endêmica do Brasil, mas em território nacional tem distribuição restrita (EOO=142,57 km²) aos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A espécie é rupícola, cresce sobre afloramentos rochosos de Mata Atlântica, e ocupa uma AOO de 12 km². A vegetação desses Estados está reduzida a fragmentos devido às atividades antrópicas. Além disso, as coletas da espécie estão em locais próximos a áreas urbanizadas e são locais turísticos. Cada localidade de ocorrência foi considerada uma situação de ameaça distinta. Assim, T. xiphioides foi avaliada como "Em perigo" (EN).

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Tillandsia xiphioides Ker Gawl.;

Família: Bromeliaceae

Sinônimos:

  • > Tillandsia xiphioides subsp. xiphioides ;
  • > Anoplophytum xiphioides ;
  • > Tillandsia macrocnemis ;
  • > Tillandsia sericea ;
  • > Tillandsia suaveolens ;
  • > Tillandsia xiphioides var. lutea ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

Espécie descrita em 1816 (Tardivo, 2002).

Dados populacionais

Espécie cresce isolada ou formando touceiras (Tardivo, 2002).

Distribuição

Apresenta distribuição geográfica muito ampla. Ocorre na Bolívia, Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil (Tardivo, 2002). No Brasil ocorre nos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul (Forzza et al., 2011). No Bolívia ocorre aos 3000 m de altitude (Tardivo, 2002).

Ecologia

Espécie herbácea, apresentando hábito rupícola, mesofítica, atingindo entre 13 e 75 cm de altura (Tardivo, 2002). Ocorre na Mata Atlântica (Forzza et al., 2011) em afloramentos rochosos (Martinelli et al., 2009). Espécie aromática, provavelmente atrai mariposas do grupo Sphingidae (Benzing, 2000).

Ações de conservação

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: Considerada "Em Perigo" (EN) pela Lista de Espécies Ameaçadas do Rio Grande do Sul (CONSEMA-RS, 2002).

Usos

Referências

- FORZZA, R. C.; COSTA, A.; SIQUEIRA FILHO, J. A. ET AL. Tillandsia in in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB006361>. Acesso em: 15 de Março de 2011.

- ROSÂNGELA CAPUANO TARDIVO. Revisão Taxonômica de Tillandsia L. Subgênero Anoplophytum (Beer) Baker (Bromeliaceae). Tese de Doutorado. São Paulo, SP: Universidade de São Paulo, 2002.

- MARTINELLI, G.; VIEIRA, C. M.; LEITMAN, P. ET ALSTEHMANN, J. R.; FORZZA, R. C.; SALINO, A. ET AL. Bromeliaceae. 2009. 186 p.

- BENZING, D. H. Bromeliaceae: Profile of an Adaptive Radiation. Cambridge, United Kingdom: Cambridge University Press, 2000. 690 p.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

Como citar

CNCFlora. Tillandsia xiphioides in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Tillandsia xiphioides>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 29/04/2012 - 13:03:40