Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Vriesea incurvata Gaudich. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 22-05-2012

Criterio:

Avaliador: Miguel d'Avila de Moraes

Revisor: Tainan Messina

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie amplamente distribuída.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Vriesea incurvata Gaudich.;

Família: Bromeliaceae

Sinônimos:

  • > Tillandsia incurvata ;
  • > Vriesea incurvata var. albina ;
  • > Vriesea rostrumaquilae ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Dados populacionais

Bonnet; Queiroz (2006) registraram cinco indivíduos em um forófito, utilizando uma amostragem de 15 pontos quadrantes distantes 10 m entre si.Hoeltgebaum (2003) calculou uma frequência absoluta sobre 28 forófitos igual a 47% em uma área de sucessão secundária. Já em uma floresta primária, a frequência absoluta sobre 58 forófitos foi igual 97%. A espécie foi considerada a mais freqüente em todos os estádios sucessionais amostrados.No estudo de Petean (2009) foram registrados ca. 56 indivíduos em uma área amostral de 1 ha.

Distribuição

Ocorre nos Estados do RJ, SP, PR, SC, RS (Martinelli et al., 2008; Forzza et al., 2010). Altitude: Martinelli (1994).

Ecologia

Floresce entre agosto e setembro, frutifica entre novembro e março (Bourscheid, 2008); polinização ornitófila.

Ações de conservação

1.2.1.3 Sub-national level
Observações: Citada na Lista de espécies da flora ameaçadas de extinção do Rio Grande do Sul na categoria "Vulnerável" (VU) (CONSEMA-RS, 2002).

4.3 Corridors
Observações: Ocorre no Corredor da Serra do Mar (Martinelli et al, 2008).

1.2.1.2 National level
Observações: A Resolução CONAMA nº 261 de 1999 determina que V. gigantea é uma espécie característica de restinga arbórea primária ou original.

5.7 Ex situ conservation actions
Observações: A espécie está em cultivo ex situ na propriedade particular Tropic Beauty, Nassau, Bahamas (Baensch; Baensch, 1998).

4.4 Protected areas
Observações: Ocorre no P.E. de Itapeva, situado no município de Torres - RS; na E.E.E. de Aratinga, entre os municípios de Itati e São Francisco de Paula - RS (Duarte; Bencke, 2008); no P.E. da Cantareira, São Paulo - SP (Lima, 2008); no Núcleo Picinguaba do P.E. da Serra do Mar (Mania, 2008); no P.E. Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo - SP (Rocca, 2006); no P.E. do Rio da Onça, Matinhos - PR (Muraro, 2006).

Usos

Referências

- MARISE PIM PETEAN. As epífitas vasculares em uma área de floresta ombrófila densa em Antonina, PR. Doutorado. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2009.

- MÁRCIA ALEXANDRA ROCCA. Recurso floral para aves em uma comunidade de Mata Atlântica de encosta: sazonalidade e distribuição vertical. Doutorado. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2006.

- MARTINELLI, G.; VIEIRA, C. M.; GONZÁLEZ, M. ET AL. Bromeliaceae da Mata Atlântica Brasileira: Lista de Espécies, Distribuição e Conservação. Rodriguésia, v. 59, n. 1, 2008.

- FORZZA, R.C.; COSTA, A.; SIQUEIRA-FILHO, J.A. ET AL. Vriesea incurvata in Bromeliaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Disponivel em: <(http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB006483)>.

- BAENSCH, U.; BAENSCH, U. Blooming Bromeliads. 1998. 216-233 p.

- MARCIA PATRICIA HOELTGEBAUM. Composição florística e distribuição espacial de Bromélias epifíticas em diferentes estádios sucessionais da floresta ombrófila densa - Parque Botânico do Morro Baú - Ilhota/SC. Mestrado. : Universidade Federal de Santa Catarina, 2003.

- THAIS TRINDADE DE LIMA. Bromeliaceae da Serra da Mantiqueira: distribuição geográfica e conservação. Mestrado. São Paulo: Instituto de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente, 2008.

- MACHADO, C.G.; SEMIR, J. Fenologia da floração e biologia floral de bromeliáceas ornitófilas de uma área da Mata Atlântica do sudeste brasileiro., Revista Brasileira de Botânica, v.29, p.163-174, 2006.

- LUIS FELIPE MANIA. Florística e distribuição de epífitas vasculares em floresta alta de restinga na planície litorânea da Praia da Fazenda, núcleo Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar, unicípio de Ubatuba, SP. Mestrado. Rio Claro: Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita FIlho", 2008.

- BONNET, A.; QUEIROZ, M.H. Estratificação vertical de bromélias epifíticas em diferentes estádios sucessionais da floresta ombrófila densa, Ilha de Santa Catarina, Santa Catarina, Brasil., Revista Brasileira de Botânica, v.29, p.217-228, 2006.

- GUSTAVO MARTINELLI. Reproductive Biology of Bromeliaceae in the Atlantic Rainforest of Southeastern Brazil. Doutorado. : University of St. Andrews, 1994.

- KURT BOURSCHEID. Levantamento das Bromeliaceae Juss. da Fazenda Acaraú, Bertioga, São Paulo. Mestrado. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2008.

- DANIEL MURARO. Germinação em substratos alternativos ao xaxim e aspectos fenológicos e reprodutivos de Vriesea incurvata Gaudich.: subsídios à produção sustentável. Mestrado. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2006.

- DUARTE, M.M. & BENCKE, G.A. Plano manejo Estação Ecológica Estadual de Aratinga., 2008.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

- MARTINELLI, G.; VIEIRA, C.M.; LEITMAN, P. ET AL. Bromeliaceae. Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 186-204 p.

- SIMONELLI, M; FRAGA, C. Espécies da flora ameaçadas de extinção no estado do Espirito Santo. Vitória, ES: IPEMA, 2007. 146 p.

- MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Instrução normativa n. 6, de 23 de setembro de 2008. Espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção e com deficiência de dados, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 24 set. 2008. Seção 1, Brasilia, DF, p.75-83, 2008.

- CONAMA. Resolução CONAMA Nº 261/1999, n.146, p.29-31, 1999.

- FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS. Revisão da lista da flora brasileira ameaçada de extinção. Belo Horizonte, MG: FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA, 2005.

Como citar

CNCFlora. Vriesea incurvata in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Vriesea incurvata>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 22/05/2012 - 14:21:07